Plus Size - Quintess Alto Verão 2017

Tecidos

Características dos Tecidos
Estrutura
Malha: Fios entrelaçados, similar ao tricot. Tem maior elasticidade e por isso se ajusta melhor ao corpo, geralmente usado em peças mais informais por ser mais confortável.
Tecido Plano: Fios entrelaçados que se cruzam como uma tela, e por isso tem pouca ou nenhuma elasticidade. Geralmente usado em peças mais formais. 

Matéria-prima
Acrílico: fibra sintética. Leve e ótimo isolante térmico, resistente ao desgaste.
Algodão: fibra natural. Com toque macio e permite o corpo transpirar.
Elastano: fibra sintética. Utilizada para dar maior elasticidade aos tecidos.
Linho: fibra natural. Com aparência rústica e muito resistente.
Lã: fibra natural. Ótimo isolante térmico, permite o corpo transpirar e não amassa.
Microfibra: fibras muito pequenas que podem ser de poliéster, acrílico ou poliamida.
Poliamida: sintética. Têm baixa absorção de umidade, rápida secagem, boa elasticidade e não amassa facilmente.
Poliéster: fibra sintética. Têm baixa absorção de umidade e possui grande resistência ao desgaste. Geralmente utilizado com outras fibras para compor diferentes tecidos.
Poliuretano (PU): produto utilizado para revestir superfícies de tecidos, caracterizando aparência de couro.
Viscose: fibra artificial. Possui brilho, toque suave e não desbota fácil.

Tipos de Tecidos
Botonê: Malha texturizada com “pontinhos” de cor entre sua trama, criando um aspecto rústico e desgastado.
Cetim: Tecido plano leve com toque acetinado, bom caimento.
Chambray: Tecido plano leve com aparência de jeans.
Chiffon: Tecido plano leve com transparência.
Chiffon satin: Tecido plano com leve transparência e toque acetinado.
Cirré: Malha com elasticidade, aparência brilhante.
Cotton: Malha encorpada com elasticidade.
Cotton satin: Tecido plano com leve brilho.
Couro sintético: Tecido com aparência de couro.
Crepe: Tecido com toque poroso/texturizado. Pode ser produzido em malha ou tecido plano.
Flamê: Malha que ganha engrossamento na espessura ao longo dos fios apresentando áreas mais claras e escuras.
Gorgurão: Malha encorpada com pequenas nervuras.
Guipir: É um tipo de renda mais elaborada e espessa que a habitual.
Helanca: Malha com boa elasticidade, se modela ao corpo e tem rápida secagem.
Jeans: Tecido plano de trama grossa. Pode ser produzido tanto em cor azul, como em preto.
Malha fria: Malha com toque gelado.
Malha Jacquard: textura com desenhos formados pela trama.
Matelassê: Malha encorpada, pode ser produzida com diferentes desenhos em alto-relevo.
Meia malha: Malha leve de textura lisa. Pode ser produzida em diferentes composições.
Moletinho: Malha encorpada com fios grossos no lado avesso, com aparência atoalhada quando não peluciado e toque de macio quando peluciado.
Moletom: Malha encorpada com fios grossos no lado avesso, com aparência atoalhada quando não peluciado e toque de macio quando peluciado. Geralmente mais espesso que o moletinho.
Peletizada: Malha com toque aveludado.
Peluciada: Acabamento feito com corte das fibras em um dos lados da malha, garantindo toque macio.
Piquet: Malha com pequenos favos.
Plush: Malha com toque aveludado. Aparência externa de veludo.
Renda: Malha aberta e delicada formando diferentes desenhos.
Ribana: Malha de grande elasticidade, permitindo que o tecido se molde e acompanhe os movimentos do corpo. Também conhecida como “malha sanfonada”.
Sarja: Tecido plano encorpado, pode ser produzido em diferentes cores, com ou sem elasticidade.
Tela de microfibra: Produzido por microfibras com fios de rápida secagem e alta transpiração.
Tricoline: Tecido plano leve de fio fino e suave.
Tricot: Malha entrelaçada com fios mais grossos, aspecto artesanal e boa elasticidade.
Tule: Malha transparente com minúsculos furinhos que imitam uma tela.
Veludo cotelê: Tecido encorpado com nervuras verticais e toque aveludado. Pode ser em malha ou tecido plano.